sexta-feira, 9 de janeiro de 2009



Nas asas do vento


Quero que saiba que não esqueci de você

Se for para esquecer que seja rápido

Para lembrar de novo


Quero que saiba que ainda sinto seu cheiro

Se for para eliminar sua essência do meu quarto

Prefiro prender o ar e sentir novamente


Quero que saiba que já pode voltar desta viagem

Que já pode deixar de voar nas asas do vento

e que traga consigo o restante do meu sentimento


Meu amor, meu amorzinho

Não me diga palavras bonitas que elas não funcionam mais

Quero você e desta vez, para sempre.
Danilo Gomes

3 comentários:

Simplesmente *Ana* disse...

Quero que saiba....


que gostei muito muito mesmo deste poema...

(É dedicado a quem hein????) curiosidade kkkk

bjusssssssssss

Jhow Carvalho disse...

Oi Nilo tudo bem linda a sua poesia

Kurt Richmond disse...

Cara que poema lindo!!
Adorei esse seu lado Romântico!

A gora conta pro Titio... ta afim de quem? (rsrs)

Abrasss migOo!